Patos 1
Terça, 23/05/2017

21:39

34 99793-4633

Número de apicultores no Norte de Minas Gerais cresce mais de 100% nos últimos anos

Patos 1 - Número de apicultores no Norte de Minas Gerais cresce mais de 100% nos últimos anos

Nos últimos anos o número de apicultores do Norte de Minas vem aumentando consideravelmente. Segundo a Emater-MG, a região tem hoje 1.429 apicultores. O número é bastante superior ao levantamento feito pela empresa em 2006, que era de 651. Um dos motivos é que a atividade tem se mostrado uma alternativa de renda para os produtores nos períodos de estiagem.

Segundo o coordenador técnico regional da Emater-MG em Montes Claros, Fernando Chaves Mendes, a apicultura pode ser integrada com outras atividades, como em áreas de reflorestamento. "A região Norte de Minas, nos últimos anos, vem sendo castigada pelo prolongado período de estiagem, que  provocou perdas nas lavouras e pastagens. Mas a apicultura  é beneficiada com algumas floradas que são resistentes ao período seco e conseguem beneficiar o apicultor com a produção de mel", diz.

Para lidar com a atividade na região, os produtores contam com a orientação técnica da Emater-MG. Fernando Mendes explica que o custo inicial para a implantação de um apiário com 10 colmeias é relativamente baixo. De acordo com o técnico, o gasto maior será com a unidade de beneficiamento. Porém, ele diz, que essa unidade pode ser implantada em conjunto com outros apicultores por meio de uma associação.

O técnico ressalta que, para obter bons resultados com a atividade, os apicultores devem ter certos cuidados. Entre eles está a revisão periódica das colmeias, quando é feita uma avaliação do que é preciso fazer. Por exemplo, troca de cera, substituição da rainha e colheita do mel. "Além disso é fundamental que o produtor goste de abelhas, apicultura e passe por um treinamento teórico e prático".

De acordo com a Emater-MG, o Norte de Minas possui 8 unidades de beneficiamento de mel. A produção total da região é de 732 mil quilos de mel por ano. Só para se ter uma ideia, a produção de mel na região em 2006 foi de 330 mil quilos. O produto é comercializado na região por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), mercado local, e para os estados de São Paulo e Santa Catarina. "No futuro nós pretendemos também exportar a produção. Na região, existe potencial e qualidade para isso", afirma Fernando Mendes.

Seminário em Montes Claros

A  Emater-MG,  tem incentivado os apicultores da região e mostrado a viabilidade da atividade por meio de palestras, treinamentos e parcerias com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e outras instituições. Um exemplo é o 12º Seminário de Apicultura do Norte de Minas, em Montes Claros, que será realizado no dia 8 de outubro e tem como o objetivo estimular o desenvolvimento da apicultura na região.

No ano passado, o encontro reuniu 400 participantes de 25 municípios. A expectativa é que a edição deste ano supere a anterior. No evento serão destacadas a organização e cooperação entre as associações de apicultores, na elaboração de um plano regional da cadeia apícola. Também será debatido o projeto de Indicação Geográfica do mel aroeira, além de palestras sobre meliponicultura e para o aprimoramento técnico dos apicultores. "Nós temos buscado divulgar cada vez mais a apicultura na região e os benefícios do mel, um produto com alto valor nutritivo. Esperamos com isso estimular também o consumo de mel", diz o coordenador regional da Emater-MG.

O evento acontece a partir das 7h30, no Parque de Exposições João Alencar Athayde. A promoção é uma parceria entre Codevasf, Emater-MG, Sebrae, Senar e Associação dos Engenheiros Agrônomos do Norte de Minas. Informações pelo telefone (38)3223-2130.

Fonte: Assessoria de Comunicação - Emater-MG

Chrís Vieira
patos1@patos1.com.br
06/10/2015


COMENTÁRIOS

patos1@patos1.com.br

iTSITES Tecnologia