Patos 1
Quarta, 24/05/2017

01:27

34 99793-4633

Após reunião nesta terça (28) professores das escolas estaduais de Lagoa Formosa decidem manter greve

Patos 1 - Após reunião nesta terça (28) professores das escolas estaduais de Lagoa Formosa decidem manter greve

Em reunião no início da manhã desta terça-feira (28/03), os professores da rede estadual de ensino da cidade de Lagoa Formosa, decidiram continuar em greve por tempo indeterminado. A paralisação que teve início na segunda-feira (20/03) tinha previsão de término nesta terça (28), mas diante da situação e pela falta de respostas por parte do governo federal, os educadores optaram por se manterem parados. Após se reunirem ás 09h00 na Escola Estadual Coronel Cristiano, os professores foram até o Sindicato dos Servidores e conversaram com o presidente para pedir também o apoio do município.

De acordo com informações do professor Thiago Brás, na próxima sexta-feira (31/03) está agendado uma nova reunião entre os educadores das duas escolas para discutir sobre o fim ou não da greve. “achamos que a PEC 287 que aumenta o tempo de contribuição para aposentadoria de professores para 48 anos é desumana e que não reflete nossa realidade, e a nossa exigência é a não votação da reforma” disse o professor. Ele ressaltou que na terça-feira (21/03) os educadores em greve juntamente com outros trabalhadores estiveram na Câmara dos Vereadores pedindo apoio do legislativo lagoense, e aproveitaram para explicar sobre os reais motivos da greve.

Um dos pontos da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, do atual governo, é que seja estabelecida idade mínima de 65 anos para os benefícios, eliminando a concessão por tempo de serviço. O valor da aposentadoria, de acordo com o projeto, passará a ser calculado levando-se em conta 51% das maiores contribuições com 1% adicionais a cada ano de contribuição. Na prática, isso faz com que seja necessário trabalhar formalmente por 49 anos para obter o benefício integral. Além disso, a PEC liquida a aposentadoria especial dos professores, que hoje podem encerrar a carreira com 25 e 30 anos de serviços para mulheres e homens, respectivamente.

Os diretores das escolas grevistas disseram que mais de 1500 alunos estão sem aulas, mas que será analisada a melhor forma de reposição para que os estudantes não saiam prejudicados. 

Vanderlei Gontijo
vanderlei@patos1.com.br
28/03/2017

Galeria de Fotos



COMENTÁRIOS

patos1@patos1.com.br

iTSITES Tecnologia