Patos 1
Sábado, 27/05/2017

12:52

34 99793-4633

Postos de saúde de Patos de Minas já vacinam meninos contra o HPV por demanda espontânea

Patos 1 - Postos de saúde de Patos de Minas já vacinam meninos contra o HPV por demanda espontânea

O mês de janeiro começou com uma novidade no Calendário Nacional de Vacinação. A imunização contra o Papiloma Vírus Humano (HPV), que pode causar diversas doenças como o Câncer de Útero, já está acontecendo em Patos de Minas, mas a procura ainda é pequena nos postos de saúde do município.

A estimativa da população de meninos de 12 e13 anos de idade alvo da campanha é de 2.700 adolescentes . A expectativa da Secretaria de Saúde é de haver uma cobertura vacinal de 90% ou mais. Desde o dia 3 deste mês, a vacinação tornou-se obrigatória para garotos nesta faixa etária. A procura dos postos é feita espontaneamente, mas a Secretaria de Saúde do município planeja lançar campanha para incentivar a imunização após receber mais doses da vacina, prevista para a segunda quinzena de janeiro.

A vacina está disponível nas 16 UBS (Unidades Básicas de Saúde) da parte urbana e 4 UBSF (Unidades Básicas de Saúde da Família) da área rural do município. A princípio estão disponíveis cerca de 500 doses, número que é suficiente para atender a demanda, de acordo com o diretor de Vigilância Epidemiológica, Erivaldo Rodrigues.

"Tivemos uma reunião na Superintendência Regional de Saúde e ficou definido que depois da 2ª quinzena de Janeiro deveremos receber mais doses para reforçar nossos estoques. Estamos utilizando o que já tínhamos e ainda não definimos uma estratégia para intensificar a vacinação, por isso, estamos atendendo apenas por demanda espontânea." – esclareceu o diretor.

A vacina contra o HPV é a mesma ofertada para as meninas de 9 a 14 anos, que também são alvo da imunização. O esquema vacinal contra o HPV para meninos será de duas doses, com seis meses de intervalo entre elas. Já para os que vivem com HIV, o esquema vacinal é de três doses, com intervalo de dois e seis meses, respectivamente. Nesses casos, é necessário apresentar prescrição médica.

Proteção

HPV é a sigla em inglês para papiloma vírus humano, capazes de infectar a pele ou as mucosas. Existem mais de 150 tipos, sendo que cerca de 40 podem infectar o trato ano-genital. A infecção é muito frequente, mas transitória, regredindo espontaneamente na maioria das vezes. No pequeno número de casos nos quais a infecção persiste, pode ocorrer o desenvolvimento de lesões precursoras que, se não forem identificadas e tratadas, podem progredir para o câncer, principalmente no colo do útero, mas também na vagina, vulva, ânus, pênis, orofaringe e boca.

Pelo menos 13 tipos de HPV são considerados oncogênicos, apresentando maior risco ou probabilidade de provocar infecções persistentes e estar associados a lesões precursoras. Dentre eles, os tipos 16 e 18 estão presentes em 70% dos casos de câncer do colo do útero.

A faixa-etária obrigatória para a vacinação será ampliada, gradativamente, até 2020, quando serão incluídos os meninos com 9 anos até 13 anos, com o objetivo de proteger as crianças antes do início da vida sexual e, portanto, antes do contato com o vírus.

Fonte: ASCOM prefeitura municipal

Vanderlei Gontijo
vanderlei@patos1.com.br
08/01/2017


COMENTÁRIOS

patos1@patos1.com.br

iTSITES Tecnologia