Balanço da PRF mostra redução na quantidade de acidentes, feridos e óbitos no feriado de Corpus Christi nas rodovias de MG

A operação aconteceu de 15 a 19 de junho em todas as rodovias federais do estado

Notícias | Policiais

21 Junho, 2022

0

Balanço da PRF mostra redução na quantidade de acidentes, feridos e óbitos no feriado de Corpus Christi nas rodovias de MG


A Operação Corpus Christi em 2022 termina com reduções expressivas na quantidade de acidentes, no número de feridos e também no número de óbitos. Nos cinco dias de operação a PRF registrou 77 acidentes, redução de
31% em relação ao ano anterior, quando foram registrados 112 acidentes. Em relação ao número de feridos a redução foi de 41%, foram 74 pessoas feridas em 2022, enquanto que no ano anterior, foram registrados 126 feridos.

Neste ano, 10 pessoas perderam a vida em acidentes, 23% a menos que em 2021, quando foram registradas 13 mortes.
No decorrer do feriado mais de 12.200 veículos foram fiscalizados e cerca de 14 mil pessoas foram abordadas em ações da PRF nas rodovias federais de Minas Gerais.

A PRF realizou mais de 6.000 testes de alcoolemia e autuou 65 motoristas por embriaguez, sendo que desse total 2 acabaram presos. Apesar de todos os alertas e orientações, 474 motoristas foram autuados por efetuarem algum tipo de ultrapassagem proibida.

Durante as fiscalizações, 155 motoristas foram flagrados na condução de seus veículos sem utilizar o cinto de segurança. Os policiais também lavraram 132 autuações por passageiros sem utilizar o cinto de segurança.
No decorrer do feriado, as atividades de educação para o trânsito também foram intensificadas, sendo alcançadas mais de 690 pessoas com palestras, orientações e o uso de vídeos informativos.

Conforme mostram os números, a PRF empregou grande esforço na fiscalização durante o feriado, bem como realizou diversas ações educativas e divulgações mostrando a importância da conscientização e do respeito no
trânsito, sempre com o objetivo de reduzir o número de acidentes e garantir um trânsito seguro.

Por Fernando Alvim/Fonte:PRF

Vanderlei Gontijo

vanderlei@patos1.com.br




COMENTÁRIOS (0)