Mãe de recém-nascida que engasgou durante amamentação recebe visita de militares que realizaram salvamento

Regionais | Lagoa Formosa

15 Junho, 2021

0

Mãe de recém-nascida que engasgou durante amamentação recebe visita de militares que realizaram salvamento


A mãe da recém-nascida de Lagoa Formosa que foi socorrida pela Polícia Militar no último sábado (12), quando a garotinha engasgou durante a amamentação, recebeu nesta manhã de terça-feira (15/06), a visita dos policiais que participaram do salvamento. Emocionada Janaina Souza Coimbra, 25 anos, falou da alegria em poder olhar para os militares e saber o quanto eles foram importantes no socorro da filha Lívia Maria Coimbra Lopes, que está com 35 dias de vida. Nossa equipe de reportagem acompanhou o encontro:

 

 

CLIQUE NO LINK ABAIXO E ENTENDA COMO OCORREU O SALVAMENTO: 

https://patos1.com.br/noticia/policiais-militares-de-lagoa-formosa-realizam-socorro-e-salvamento-de-recem-nascida-engasgada

 

O que fazer se a criança engasgar amamentando:


Os bebês já nascem sabendo sugar, porém o processo de sugar e engolir, para alguns, pode levar mais tempo para ser aprendido. Cada bebê é único, portanto, alguns podem apresentar menos dificuldades na hora de engolir e outros podem apresentar mais, ou seja, ele acaba sugando o leite rápido demais e não consegue engolir todo o leite que está em sua boca. Nesse tipo de caso, pode ocorrer o que chamamos de “afogamento com o leite”.

Caso um engasgo ou afogamento ocorra, o primeiro passo é manter a calma. O segundo passo é fazer a desobstrução das vias aéreas. Para isso, rapidamente coloque o bebê de bruços (com a cabeça inclinada para baixo). Dê leves batidinhas nas costas com a palma da mão ou faça uma leve pressão na região dorsal para provocar tosse e, portanto, a liberação do leite. Lembre-se que os movimentos precisam ser leves e delicados!

Esse tipo de engasgo é comum em crianças pequenas que não estão ingerindo o leite na posição correta, porém se a mãe notar que os engasgos são frequentes é aconselhável conversar com o pediatra para que uma análise seja feita. Pode ser que o fluxo de leite materno seja muito forte ou, em casos de bebês que tomem mamadeira, pode ser que o líquido saia muito rápido. Outros fatores que causam engasgo podem estar relacionados à deglutição ou ao refluxo gastroesofágico, porém somente o especialista será capaz de fazer o diagnóstico correto.

Abaixo algumas dicas que podem ajudar a evitar esse problema:

  • É muito importante que durante a amentação, a mãe esteja observando seu bebê. Assim, será mais fácil para que ela conheça a melhor forma de amamentar seu bebê e ajudá-lo a ter melhor proveito do seu leite;
  • É recomendado colocar o bebê na posição “ventral” durante a amamentação para evitar engasgos, porém a posição ideal varia de mãe para mãe e de bebê para bebê;
  • Evite deixar o bebê dormir em posição horizontal após mamar, e sim prefira deixá-lo verticalmente;
  • Se o bebê faz uso da mamadeira, não deixe que ele se alimente sozinho durante os primeiros 6 ou 7 meses, assim será mais fácil controlar a quantidade e a velocidade de leite ingerida.

 Fonte: artigo extraído do site Pediatria descomplicada

Vanderlei Gontijo

vanderlei@patos1.com.br




COMENTÁRIOS (0)