Patos 1
Quinta, 19/10/2017

16:08

34 99793-4633

Secretaria de Desenvolvimento Social e CRAS de Lagoa Formosa realizam blitz de conscientização sobre exploração sexual infantil

Patos 1 - Secretaria de Desenvolvimento Social e CRAS de Lagoa Formosa realizam blitz de conscientização sobre exploração sexual infantil

A Secretaria de Municipal de Desenvolvimento Social de Lagoa Formosa, o CRAS, a Polícia Militar, o Conselho Tutelar e o Centro do Idoso, realizaram nesta quarta-feira (17/05) uma blitz educativa referente à “Campanha Proteja Nossas Crianças”. A ação teve inicio às 08h00 em frente ao 4º pelotão de Polícia Militar na Avenida Brasil e terminou ás 14h00 no Banco do Brasil. De acordo com informações da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mirian Helena, a iniciativa tem como objetivo sensibilizar e orientar a população quanto à importância de proteger as crianças e denunciar caso seja consumada a violência.


Para se ter uma ideia da importância da conscientização sobre a exploração sexual  de crianças e adolescentes, no ano passado, a Secretaria Especial de Direitos Humanos, recebeu, através do Disque-Denúncia Nacional 100, mais de 77 mil relatos, sendo a violência sexual um dos mais frequentes (15.707 casos). Além de os abusadores serem pessoas próximas, do convívio das vítimas, apenas em 30% dos casos, há evidências físicas.

Ainda segundo o Disque 100, apenas 7,5% dos casos são denunciados, estima-se que aproximadamente meio milhão de crianças e adolescentes sofreu abusos entre 2011 e 2015. Negligência e violência psicológica são outras violações registradas. As meninas são as maiores vítimas, com 54% dos casos denunciados. A faixa etária mais atingida é a de 4 a 11 anos, com 40%. Meninas e meninos negros e pardos somam 57,5% dos atingidos.

Uma orientação da campanha é de que pais, responsáveis e professores estejam atentos aos comportamentos das crianças no dia a dia, já que, na maioria das vezes, ela não terá coragem de denunciar o caso, seja por medo ou por vergonha. A violência pode causar vários transtornos na vítima como agressividade, isolamento, medo, depressão e, até, tentativa de suicídio. Vale ressaltar, também, que a culpa nunca é dela.

Para denunciar qualquer caso de violência sexual infantil em Lagoa Formosa, é necessário procurar o Conselho Tutelar pelo 99673-4698 (Plantão) ou 3824-1578 e a Policia Militar pelo 190 ou o Disque 100, vinculado à Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos.

Vanderlei Gontijo
vanderlei@patos1.com.br
18/05/2017

Galeria de Fotos



COMENTÁRIOS

patos1@patos1.com.br

iTSITES Tecnologia