Atleta paraolímpica de Uberlândia filha de mãe de Lagoa Formosa quebra dois Recordes Brasileiro e tenta patrocinadores

Notícias | Sociedade

03 Maio, 2018

2

Atleta paraolímpica de Uberlândia filha de mãe de Lagoa Formosa quebra dois Recordes Brasileiro e tenta patrocinadores


Uma atleta paraolímpica que nasceu em Uberlândia, mas que tem mãe natural de Lagoa Formosa, tem feito bonito nas modalidades que disputa. A jovem Ana Luíza Ferreira de Sousa, 17 anos, possui duas das melhores marcas da classe F20 (deficientes intelectuais) nas modalidades de lançamento de Disco e lançamento de Dardo e faz parte do time paraolímpico da cidade do Triangulo Mineiro.

 A garota disputou nos dias 21 e 22 de abril de 2018 em São Paulo, o Meeting Brasileiro de Atletismo (Evento Nacional da Confederação de Desportos para Pessoas com Deficiência Intelectual), sendo que nesta competição, a atleta conseguiu estabelecer dois Recordes Brasileiros com marca de 26,11m no lançamento de Dardo e 25,63m no lançamento de Disco e se torna a primeira atleta paraolímpica no Brasil a realizar estas marcas.

De acordo com informações da mãe da atleta, a senhora Marisa Ferreira de Sousa Fonseca, a filha treina diariamente na SESI Uberlândia. Ela conta que por não existir classificador brasileiro para a classe F20, é preciso enviar os atletas que disputam essa categoria para o exterior, sendo que Ana tem pretensões de ir para fora do país no mês de junho. Marisa ressalta que a grande dificuldade para levar a filha para o exterior é a falta de patrocinadores.

A família da atleta paraolímpica está buscando recursos financeiros para continuar mantendo a filha atleta lutando por seus objetivos, e por isso, incentiva os empresários em geral a serem patrocinadores da carreira de Ana Luíza. Para obter informações basta acessar o site www.timedecampeoes.com.br ou entrar em contato pelo número (034) 99815-6898.

“Vamos começar a fazer rifas e buscar patrocínio para Ana, que precisa passar por uma classificação internacional e não existe banca para a classe T20 no Brasil, temos que mandar ela para o exterior para passar por esta classificação, ficando assim pronta para competir campeonatos internacionais, missão grande para nós, mais com ajuda de patrocinadores vamos tentar arrecadar recursos p está viagem”, finalizou a mãe Marisa Ferreira.

Vanderlei Gontijo

vanderlei@patos1.com.br




Galeria de Fotos (8)

COMENTÁRIOS (2)


  • LEANDRO

    Parabéns a equipe do jornal pelo carinho com atleta Paralímpico. Parabéns pela matéria.


    08/05/2018 13:09

    Responder
  • HENRIQUE

    Em nossa cidade de Uberlândia bem como no triângulo Mineiro, temos grandes empresas sem falar de bancos que faturam muito alto ex; coca-cola, Ambev, Martins, Arcon, bancos etc. Acredito que estes poderiam investir em atletas paraolímpico, atletas como a Ana Luíza e outras que com certeza se dedica. Parabéns Ana Deus abençoe!


    03/05/2018 21:26

    Responder